Publicidade

  • MARMORARIA VITORIA
  • verde
  • kartucho

Mais um motociclista perde a vida na BR 369, na região de Cornélio Procópio

img_3935Socorristas do Corpo de Bombeiros e SAMU de Cornélio Procópio foram acionados durante a noite de Domingo (9), para prestarem atendimento a vítimas de acidente, onde um casal em uma motocicleta caiu por volta das 21h30, próximo ao Posto Tangará, na BR 369, sentido a Londrina.

Outro motociclista que passava no local, de nome José Carlos, presenciou a queda e tentava desesperadamente ajudar, sinalizando o acidente para os outros veículos que transitavam pela rodovia, colocando a sua própria vida em risco para evitar que a vítimas que estavam caídas na estrada fossem atropeladas e impedir que um novo desastre ocorresse.

De acordo com o Dr. Rodrigo do SAMU, na chegada dos socorristas, o condutor da moto de nome Gilvan João Arruda, mototaxista do ponto do Jardim Panorama e que faria 34 anos no próximo dia 28, apresentava parada cardiorrespirátória e apesar dos esforços das equipes de socorro não foi possível salvar a sua vida.

O motociclista sofreu lesões graves, inclusive na base do crânio e não suportou os ferimentos, vindo a falecer no local. A jovem que o acompanhava, uma pré-adolescente de 14 anos estava consciente e orientada e sofreu várias escoriações no corpo e cortes contusos, com perda de sangue, mas sem risco de morte, sendo encaminhada posteriormente a Santa Casa local pela equipe do Corpo de Bombeiros.

Pessoas que estavam à volta do acidente não entendiam o porquê da atenção dos socorristas estava voltada ao condutor da moto e exigiam que a garota que estava na garupa da moto fosse primeiramente socorrida.

Os populares ainda pediam que ambos fossem levados rapidamente a Santa Casa, mas o Dr. Rodrigo explica que segundo o procedimento internacional de socorro que é usado em todo o mundo, a vítima mais grave é a que deve ser primeiramente atendida e naquela situação, o motociclista apresentava estado mais crítico, com parada cardiorrespiratória e a ambulância usada no momento era uma UTI móvel, que dispensa um encaminhamento apressado e leviano ao hospital.

Não se tem notícia de como ocorreu à queda, ficando a cargo da Polícia Rodoviária Federal que também esteve no local investigar as possíveis causas do acidente. O corpo de Gilvan João Arruda foi levado ao IML de Londrina, onde aguarda liberação.

 

Créditos Reginaldo Tinti / Portal Anuncifácil.com.br

FOTOS

 

MEGA SENA

Rádio Cabiúna no Facebook

No Twitter

 
 
 

FEED RSS

Você está aqui: Home Jornalismo Regional Mais um motociclista perde a vida na BR 369, na região de Cornélio Procópio