Publicidade

  • image
  • ELEICOES

Eu reporter na Cabiúna: Júbilo... de “Exportador” ! !

               Os leitores são testemunhas da insistência do narrador em : MELHORAR O CAPITAL HUMANO  do Município !, para o fato ocorrer, é primordial o interesse do Poder Público e das Entidades de Classe pois, são “eles” as vias para que os “Ss” ( esses – SESI, SENAR, SEBRAE, SENAI) venham promover os mesmos “GRATUITAMENTE”.

          Na seara política, os acontecimentos ocorrem por ondas, o que ocorreu numa parte do País, após algum tempo, é “copiado” por outros e, a “coisa” se espalha – veja os “malfeitos”, o “modus operandi” segue um padrão, não há uma lógica mas, deve ser pelo simples fato, de uma cor que não é predominante , o “cinza”, no âmago dos elementos.

          O Brasil com uma população de 190 milhões, ocupa as posições de 77 ª renda per capita e 84ª IDA ( Índice de Desenvolvimento Humano ) do mundo. Somos CAMPEÕES em exportação de commodities, promovemos empregos na indústria de transformação em outros países. O “boom” no comércio, em nosso país, vem de um aumento “desproporcional” na concessão de empréstimos à população. Os agentes financeiros estão eufóricos pois, no ano que se encerrou, houve um acréscimo de mais de 20% no volume de empréstimo e, com taxas que é de conhecimento de todos, inclusive das autoridades, que nada fazem para proteger os consumidores ( de crédito ).

          O termo “desproporcional” vem a pauta, analisando-se o crescimento do PIB –  a soma de todas as riquezas e serviços produzidas no País, que no ano de 2011 foi de 3 % ( pífio ! ! )

          Seguindo o raciocínio, da onda, nossos gestores municipais, copiam o modelo e, “EXPORTAM MUNÍCIPES” para outras regiões pois, com uma massa trabalhadora mas, desprovida de conhecimentos, torna-se um “problema” pois, exige-se cada vez mais, mão-de-obra especializada, NÃO HÁ INDUSTRIA QUE TRABALHE COM MÃO-DE-OBRA “APRENDIZ” ! !. As industrias vão “passar ao largo”, no desvio rodoviário. Os “portais” não servirão de nada para a vinda das mesmas.

          Os chamados “estudantes”, vêm à décadas estudar na “nossa faculdade” e após “RECEBEREM CONHECIMENTOS”, aumentando o seu valor laboral, são “exportados” com valor agregado, para desfrutar desse capital em outras regiões. Está corretíssimo, somos uma sociedade superior ( exportadora), mesmo que seja os nossos melhores talentos !.

          É INVIÁVEL ! !, até se “pensar”, em um programa de INCUBADORA DE EMPRESAS, no Campus da “NOSSA UNIVERSIDADE” pois, hoje, após 40 anos são vários cursos. Será que o cinza se faz ausente neste ambiente, também ? ?

          Diante do exposto, é notório que não é unanime a sensação, do termo usado no título.

          Ah ! a cor citada é aquela que compõe a ...”massa cinzenta” ! ! .

         

         Paulo Rensi

         Bandeirantes – PR

MEGA SENA

Rádio Cabiúna no Facebook

No Twitter

 
 
 

FEED RSS

Você está aqui: Home Jornalismo Eu Repórter Eu reporter na Cabiúna: Júbilo... de “Exportador” ! !