Publicidade

  • kartucho
  • verde

Sicredi Paranapanema PR/SP dá início às assembleias de núcleo

Na noite da última terça-feira, 5 de fevereiro, em Rancho Alegre, a Sicredi Paranapanema PR/SP deu inicio às assembleias de núcleo de 2019. Esse momento, que se estende até 17 de abril em Assaí, vai passar por 25 cidades da área de atuação dos dois estados. São nessas reuniões que os associados da instituição financeira cooperativa se juntam a colaboradores e a diretores para definir suas prioridades de investimento, tomando como base as opiniões dos associados, aprovar as contas e ter ciência do que foi feito pela cooperativa em 2018.

Neste ano, a expectativa da cooperativa é envolver aproximadamente 4 mil associados de um quadro social com cerca de 38 mil pessoas. Ou seja, ultrapassando mais de 10% dos cooperados. Em outras cooperativas da Central Sicredi PR/SP/RJ, já houve definição de que parte do aporte de recursos deveria se destinar a um Fundo Social, voltado a apoiar instituições locais, o que gera benefício para a comunidade como um todo.

“É muito importante que os associados participem deste momento, que é fundamental para o funcionamento da instituição financeira cooperativa. Além de conhecer mais a fundo o seu desempenho financeiro, estabelecer quais os investimentos serão feitos, é o momento no qual são apresentados o resultado de projetos que beneficiaram a cooperativa”, afirma o presidente da Sicredi Paranapanema PR/SP, Cláudio Marcos Orsini.

A garantia de participação dos associados é um dos pilares do Sistema Sicredi, visando a realização da Assembleia Geral Ordinária, agendada para 26 de abril.

Sistema financeiro cooperativo

Tanto os bancos quanto as cooperativas são reguladas pelo Banco Central. A diferença entre os dois modelos é que os bancos dão lucro para os seus acionistas, enquanto as cooperativas devem seguir os caminhos determinados pela maioria dos seus associados. Nesse sistema, os associados têm participação econômica no negócio, com uma parte em quotas do negócio, conforme o volume de recursos investido e a movimentação financeira para o período.

Entre as possibilidades, está a da distribuição das sobras – o lucro – entre os associados. Em 2018, o Sistema Sicredi teve R$ 1,5 bilhão de resultado – sendo que parte dele pode retornar ao cooperado, se assim for decidido pela maioria dos participantes da assembleia. No ano passado, em todo o país, 236 mil pessoas estiverem nessas reuniões.

Confira o calendário das assembleias:

Rancho Alegre – 05/02

Ribeirão do Pinhal – 06/02

Congonhinhas – 07/02

São Sebastião da Amoreira – 11/02

Nova Fátima – 12/02

Nova América da Colina – 13/02

Itambaraca – 19/02

Barra do Jacaré – 20/02

Bandeirantes – 21/02

Andirá – 25/02

Cambará – 26/02

Palmital – 27/02

Assis – 07/03

Jundiaí do Sul – 08/03

Sertaneja – 11/03

Nova Santa Bárbara – 12/03

Abatiá – 13/03

São Jerônimo da Serra – 18/03

Uraí – 19/03

Santa Amélia – 10/04

Cornélio Procópio – 11/04

Jataizinho – 12/04

Cândido Mota – 15/04

Santa Mariana – 16/04

Assaí – 17/04

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.600 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br)

 *Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

 

NO MUNDO

MEGA SENA

Rádio Cabiúna no Facebook

No Twitter

 
 
 

FEED RSS

Você está aqui: Home Jornalismo Geral Sicredi Paranapanema PR/SP dá início às assembleias de núcleo