Publicidade

  • verde
  • MARMORARIA VITORIA
  • kartucho

DOENÇAS RESPIRATÓRIAS- Saúde dá dicas de prevenção contra gripe e meningite

Doenças respiratórias circulam durante o ano todo, mas é no inverno que a situação se agrava e o número de casos aumenta de forma significativa. Atualmente, as doenças que mais preocupam as autoridades de saúde do Paraná são: a gripe e a meningite, que se não diagnosticadas e tratadas adequadamente podem até levar a morte.

Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Eliane Chomatas, o momento é de intensificar as medidas de controle e orientar a população sobre como proceder para minimizar a transmissão dessas doenças. “Estamos preparados para atender os possíveis casos, mas a intenção é evitá-los, reforçando a prevenção através do esclarecimento da população”, ressaltou Eliane.

Para ela, o clima frio típico do inverno faz com que as pessoas se concentrem em ambientes fechados, o que favorece a disseminação de vírus e bactérias responsáveis por essas doenças. “Por isso, a principal recomendação é manter os ambientes sempre bem arejados e não esquecer hábitos básicos de higiene, como lavar as mãos frequentemente”, completou.

De acordo com o monitoramento feito pela Secretaria Estadual da Saúde, 280 casos de gripe e 537 de meningite foram notificados no Paraná em 2015, somando todos os subtipos dessas doenças. De janeiro até agora, foram confirmados 13 óbitos por gripe e 32 por meningite, seja ela viral ou bacteriana.

 

PREVENÇÃO –

A higiene das mãos, com água e sabão ou álcool gel, é extremamente eficaz na prevenção de doenças respiratórias. A medida protege o individuo principalmente contra aquelas doenças transmitidas pelo contato com gotículas expelidas por pessoas doentes, seja pela fala, tosse ou espirro.

Outra arma contra a gripe e a meningite são as vacinas. Apesar da campanha de vacinação contra a Influenza (vírus da gripe) já ter sido encerrada, pessoas com doenças crônicas têm direito à imunização durante o ano todo. Basta procurar a unidade de saúde onde realiza o tratamento e se informar.

Já para a meningite, a rede pública de saúde oferece gratuitamente duas vacinas. A partir dos três meses de idade, a criança tem à disposição a vacina contra a meningite tipo C. São duas doses que devem ser aplicadas até os dois anos de idade.

Outro público beneficiado é o de idosos. Para as pessoas com 60 anos ou mais, é ofertada a vacina pneumocócica 23 valente, que protege, entre outras doenças, contra as meningites bacterianas.

A médica e coordenadora da Divisão de Vigilância das Doenças Transmissíveis, Júlia Cordelini, explica que a imunização destes grupos prioritários é essencial para reduzir o número de casos graves e mortes por essas doenças. “São pessoas que estão mais vulneráveis ou apresentam maior risco de desenvolver quadros graves”, alertou.

Das 13 mortes por gripe registradas no Paraná desde janeiro, dez dizem respeito a pacientes com doenças crônicas pré-existentes, o que pode ter contribuído para o óbito. Além disso, sete tinham direito à vacina, mas não foram imunizados.

 

Veja os principais sinais e sintomas dessas doenças:

GRIPE – febre alta, tosse, dor de garganta, dor de cabeça, dores no corpo, cansaço e calafrios.

MENINGITE – febre alta, mal-estar geral, forte dor de cabeça, vômito, dificuldade para movimentar o pescoço, manchas vermelhas ou arroxeadas na pele (petéquias).

 

Em recém nascidos, chama também a atenção ainda: irritabilidade, choro agudo e forte, ou hipotermia (ausência de febre), palidez e hipoatividade.

 

 

FONTE - AG EST DE NOTÍCIAS

MEGA SENA

Rádio Cabiúna no Facebook

No Twitter

 
 
 

FEED RSS

Você está aqui: Home Jornalismo Geral DOENÇAS RESPIRATÓRIAS- Saúde dá dicas de prevenção contra gripe e meningite