Publicidade

  • image
  • ELEICOES

Na estreia de Suárez, dupla Messi e Neymar brilha em goleada do Barça

Assim como no ano passado, o Troféu Joan Gampert serviu como um ótimo coletivo de luxo para o Barcelona. Como diferença em relação ao duelo contra o Santos, que terminou em 8 a 0, apenas a 'piedade' do Barça, que aplicou 'apenas' 6 a 0 sobre o León nesta segunda-feira. Destaque para o brilho da dupla Messi e Neymar, e também para a estreia de Luis Suárez. O uruguaio entrou durante o segundo tempo, embora em um momento que os dois integrantes do 'power trio' já haviam saído.

 

É certo que o amistoso contra o time mexicano não deve servir como parâmetro para a temporada que o Barcelona terá pela frente. Embora seja um time competitivo na Liga Mexicana, e até tenha aprontado na Copa Libertadores deste ano, existe um abismo imenso com relação a força de um dos maiores times do futebol europeu.

 

Força esta que ficou latente quando se viu a defesa do León na roda, perdida entre os passes rápidos da linha ofensiva do Barça. A combinação entre Messi e Neymar mostrou frutos logo com três minutos. O argentino terminou marcando, com a cabeça, o primeiro gol do Barcelona.

 

Estava fácil demais, e Neymar aproveitou para fazer dois golaços. No primeiro, aos 11 minutos, recebeu passe brilhante de Iniesta e tocou por cima do goleiro Yarbrough. Quando o jogo havia diminuído de ritmo, minutos antes do intervalo, saiu o terceiro do Barça. Desta vez o passador foi Messi. O brasileiro tentou outra vez encobrir o arqueiro do León, que desta vez tocou na bola. Como que para consertar a obra-prima, Neymar definiu para a rede de calcanhar.

 

Rafinha Alcántara também merece um parágrafo para ele. Se entrosou bem com o ataque barcelonista, e não foram raras as vezes que chegou bem ao ataque. Seja finalizando ou dando passes para seus companheiros. O irmão de Thiago, que está no Bayern, promete.

 

Na segunda etapa Luis Enrique fez um carrossel de mudanças. Neymar e Messi, por exemplo, deixaram o campo e deram espaço a vários jogadores da base. Nomes como Munir, Sandro e Samper tiveram as suas chances.

 

O próprio Munir, que substituiu Messi, foi premiado com dois gols. No quarto tento do Barça, a jogada começou com o lançamento de Rakitic e contou com a escorada de Daniel Alves antes da finalização do canterano. Depois, o garoto de 18 anos aproveitou passe de Sandro e fez o quinto.

 

Luis Suárez entrou apenas aos 30 minutos do segundo tempo, no lugar de Rafinha Alcántara. Ainda desentrosado, sem ritmo de jogo pela falta de treinos imposta pelo castigo da Fifa no caso da mordida no italiano Chiellini, e encontrando uma equipe desfigurada em relação à que começou a partida, o uruguaio pouco pode fazer. Serviu apenas para o torcedor aplaudi-lo e dar as boas-vindas.

 

Próximo do fim do jogo, Sandro ainda marcou o sexto. A estreia do trio Messi, Neymar e Suárez ficará mesmo para outubro. Tudo leva a crer que será justamente contra o Real Madrid, o que já será mais uma página na história do clássico.

 

 

 
Você está aqui: Home Jornalismo Esporte Na estreia de Suárez, dupla Messi e Neymar brilha em goleada do Barça