Publicidade

  • verde
  • kartucho
  • MARMORARIA VITORIA

Palmeiras vacila fora e leva virada do Sampaio Corrêa

Sob pressão nas últimas semanas, o Palmeiras voltou a vacilar na noite desta quarta-feira e se complicou na Copa do Brasil. Jogando fora de casa, o time paulista saiu na frente contra o Sampaio Corrêa, em São Luís, e chegou a sonhar com o segundo gol para evitar o jogo da volta. No entanto, levou dois gols em três minutos e sofreu a virada, por 2 a 1, na partida de ida da segunda fase.

 

Foi a terceira derrota consecutiva do time comandado por Gilson Kleina, que vê aumentar a pressão sobre seu cargo. O treinador vem sendo contestado por torcedores e até por parte dos conselheiros do clube - nesta semana foi cogitado o retorno de Vanderlei Luxemburgo. Também foi a segunda virada seguida sofrida pelo time. Antes, perdeu por 4 a 2 do Flamengo, no domingo, pelo Brasileirão.

 

Agora, o Palmeiras, que projetava vencer por dois gols de diferença para dispensar o segundo jogo, terá que correr atrás do resultado na próxima quarta-feira, no Pacaembu. O time paulista avança se vencer por 1 a 0, por ter marcado gol fora de casa. O vencedor do confronto terá pela frente na terceira fase o vitorioso do duelo entre ASA e Avaí - o ASA venceu por 3 a 2 o jogo de ida, também nesta quarta, em Arapiraca.

 

Verdão começou na frente, mas foi derrotado e haverá novo jogo em São Paulo

 

O JOGO - Palmeiras e Sampaio Corrêa fizeram um primeiro tempo insosso, sem bom nível técnico, sem lances de perigo e sem grandes atrativos, apesar da motivação dos donos da casa. O time maranhense tentava impor correria na etapa inicial, mas a apatia palmeirense neutralizava o futebol e não dava margens para empolgação da torcida.

 

Como resultado, o primeiro bom lance só surgiu aos 20 minutos de jogo. Wendel tabelou com Leandro pela direita, entrou na área e quase marcou. O chute, de canhota, acabou indo para fora. A resposta do Sampaio Corrêa era tímida. Até chegava bem ao ataque, como aconteceu logo aos três minutos, mas sem perigo.

 

A defesa paulista pouco trabalhava e o goleiro Fábio, que ganhou chance em detrimento de Bruno, raramente era exigido. Sem dificuldade lá atrás, o Palmeiras poderia impor seu favoritismo no ataque, na tentativa de marcar os gols que evitariam o jogo da volta, mas as limitações do meio-campo eram flagrantes.

 

Sem Valdivia, poupado visando a sequência do Brasileirão, o time contava com poucas alternativas na criação. Wesley era o mais acessado, até sobrecarregado. E não conseguia conduzir o setor ofensivo.

 

Pressionado, Gilson Kleina resolver dar novas opções ao time no segundo tempo. E trocou o volante Josimar pelo atacante Diogo. Mas foi o Sampaio Corrêa quem criou as melhores chances depois do intervalo. O goleiro Fábio, porém, mostrou serviço para evitar o gol dos anfitriões, aos 7 e aos 17 minutos.

 

E, justamente quando o Sampaio Corrêa vislumbrava o gol, o Palmeiras buscou o ataque e balançou as redes aos 20 minutos. Mendieta deu grande passe para Henrique, que não hesitou e bateu na saída do goleiro Rodrigo Ramos. Recém-contratado, o atacante marcou o segundo gol em dois jogos, após anotar logo na estreia, contra o Flamengo, no domingo.

 

Mas, assim como aconteceu no fim de semana, o Palmeiras voltou a ceder a virada. Aos 36, Edimar aproveitou cruzamento de Arlindo e cabeceou para as redes. Três minutos depois, Edgar avançou pela área palmeirense, diante da fraca marcação, e bateu no canto, sem dar chance para o goleiro Fábio e garantindo a vitória dos donos da casa.

 

 

FICHA TÉCNICA:

 

SAMPAIO CORRÊA 2 x 1 PALMEIRAS

 

SAMPAIO CORRÊA - Rodrigo Ramos; Paulo Ricardo, Edimar, Jadson e Willian Simões; Jonas, Uilian Corrêa, Arlindo Maracanã e Válber (Anderson Pimenta); Willian Paulista e Waldir (Edgar). Técnico: Flávio Araújo.

 

PALMEIRAS - Fábio; Wendel (Serginho), Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Renato, Josimar (Diogo), Wesley, Mendieta; Leandro e Henrique (Mazinho). Técnico: Gilson Kleina.

 

GOLS - Henrique, aos 20, Edimar, aos 36, e Edgar, aos 39 minutos do segundo tempo.

 

CARTÕES AMARELOS - Jonas, Wendel, Uilian Corrêa, Juninho, Edgar.

 

ÁRBITRO - Pathrice Wallace Maia (RJ).

 

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

 

LOCAL - Estádio Castelão, em São Luís (MA).

 

 

FONTE - AG.ESTADO

MEGA SENA

Rádio Cabiúna no Facebook

No Twitter

 
 
 

FEED RSS

Você está aqui: Home Jornalismo Esporte Palmeiras vacila fora e leva virada do Sampaio Corrêa